A- A+
Rede EMOH - SIBRATEC Rede EMOH - SIBRATEC
  Física Médica
Física Médica Ressonância Magnética Nuclear
  Bioquímica
Bioquímica Medicamentos
  Biomateriais
Biomateriais Tecidos Sintetizados
  Eng.Biomédica
Eng.Biomédica Microscopia Digital
Postado por em 12.12.2016 às 13:59 0
Empresa brasileira desenvolve equipamento de ressonância para detectar teor de óleo em sementes

specfitoil

Empresa brasileira desenvolve equipamento de ressonância para detectar teor de óleo em sementes


Tecnologia desenvolvida pela FIT, que utiliza ressonância magnética nuclear, permite também identificar o teor de umidade das sementes.

A FIT – Fine Instrument Technology, empresa brasileira especializada no desenvolvimento de equipamentos e soluções que utilizam Ressonância Magnética Nuclear (RMN), desenvolveu um equipamento 100% nacional capaz de medir, em segundos, o teor de óleo em sementes oleaginosas como soja, milho, girassol, algodão, canola, amendoim e outras castanhas de modo bem prático: é necessário apenas colocar a amostra no equipamento e em segundos o teor de óleo é mostrado na tela. De acordo com Daniel Consalter, pesquisador e sócio da FIT, essa análise utilizando sensores de RMN já era usada para a previsão de rendimento em indústrias de beneficiamento e até para o melhoramento genético, porém em sementes com baixo teor de umidade ou previamente secas em estufa. continuar lendo

Postado por em 10.10.2016 às 15:22 0
Rede de inovação aberta do MCTIC estimula empresariado a pensar na tecnologia como negócio

Plataforma iTec foi apresentada pela Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação nesta quinta-feira (29), em Brasília (DF). Para empresários, ferramenta é ponto de convergência entre academia, governo e iniciativa privada.

Jorge Mario Campagnolo, da Setec, apresentou a plataforma no Senai, em Brasília. Crédito: Ascom/MCTI

O roadshow para apresentar a Plataforma iTec, realizado nesta quinta-feira (29) no Senai de Taguatinga pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), empolgou o empresário Manoel Adorno, que tem 30 anos de experiência na área de construção industrializada e modulares. “Muito importante a plataforma. É um ponto de convergência entre a academia, a iniciativa privada e o governo. Essa sinergia vai fazer atingirmos o desenvolvimento”. continuar lendo

Postado por em às 15:19 0
Ministério lança chamada pública para a captação de projetos de inovação industrial

Serão escolhidas instituições de pesquisa científica e tecnologia para atuar como Unidades Embrapii nas áreas de robótica e manufatura avançada, química, energia renovável, biotecnologia, fármacos, entre outras.

Novo edital deve gerar R$ 100 milhões em investimentos. Crédito: Ascom/MCTIC

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) lança nesta sexta-feira (30) chamada pública para selecionar instituições de pesquisa científica e tecnológica para atuar como Unidades Embrapii no desenvolvimento de projetos de inovação industrial em parceria com as empresas. No edital, cinco novas unidades serão escolhidas em áreas consideradas estratégicas como robótica, mecatrônica e manufatura avançada; química; química verde; materiais; energia renovável; biotecnologia, biomassa e biodiversidade; tecnologia de alimentos; e fármacos. continuar lendo

Postado por em 03.10.2016 às 15:30 0
Microscópio de tunelamento que executa técnica inédita entra em atividade na UFMG

Microscópio de tunelamento que executa técnica inédita entra em atividade na UFMG

Imagem de dimensões 8nm por 8nm, com resolução atômica da superfície de um cristal de silício (111), obtida na última sexta-feira, 30, no Centro de Microscopia da UFMG, marca o início de funcionamento de equipamento capaz de executar técnica inédita no país, a Ballistic Electron Emission Microscopy (BEEM). Trata-se de um microscópio de tunelamento em ultra-auto-vácuo, que possibilita preparar e enxergar sistemas nanométricos.

Sua utilização é relevante sobretudo para a nanoeletrônica, nas áreas que se valem de dispositivos e materiais semicondutores, usados na fabricação de circuitos integrados.

Esse microscópio chegou ao Brasil no início do ano e, depois de montado por equipe de pesquisadores, está pronto para operar. “A imagem obtida para qualificação do instrumento confirma que ele está em condições ótimas de operação”, informa o professor Gilberto Medeiros Ribeiro, do Departamento de Física, que coordenou a desmontagem e a remontagem, com o diretor do Centro de Microscopia, Wagner Nunes Rodrigues, também do Departamento de Física. continuar lendo

Postado por em 09.09.2016 às 17:00 0
Evoluindo o sistema de circuitos eletrônicos

Silego_clock_generator

Evoluindo o sistema de circuitos eletrônicos

Os circuitos eletrônicos, aquelas placas que há dentro de aparelhos, como computadores e celulares, poderão ser substituídos apenas por um pedaço de material “treinado” para executar tarefas computacionais. Esse é o tema de uma pesquisa desenvolvida na Universidade de Durham, no Reino Unido, em colaboração com o Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP), onde nanotubos de carbono foram treinados para substituir as centenas de componentes discretos (transistores, resistores, capacitores, diodos etc.) que compõem a arquitetura dos circuitos eletrônicos. Os nanotubos de carbono são nanomateriais de estruturas cilíndricas tão finas que só as enxergamos através de microscópio. continuar lendo

Postado por em 02.08.2016 às 17:30 0
Evolução no tratamento de câncer com uso de luz

Em Curitiba (PR), um paciente diagnosticado com câncer de pele não melanoma (carcinoma basocelular) e trombocitopenia idiopática foi tratado – com sucesso – após receber a aplicação de Terapia Fotodinâmica (TFD), uma técnica utilizada para combater micro-organismos, através do uso de luz, associado ao oxigênio e a uma substância fotossensibilizadora (que se excita ao receber iluminação, em determinada intensidade).

Evolução no tratamento de câncer com uso de luz

Evolução no tratamento de câncer com uso de luz

O carcinoma basocelular é o tipo de câncer de pele não melanoma mais frequente em nosso país, sendo o menos agressivo. Esse carcinoma geralmente acomete pessoas que têm mais de quarenta anos e que se expuseram bastante ao sol, sem a proteção adequada. Na maior parte dos casos, o carcinoma surge no nariz, na orelha e em outras partes da face, que geralmente são as áreas corpóreas mais expostas à luz solar.

Já a trombocitopenia idiopática é uma doença que provoca a diminuição de plaquetas no sangue. Essas plaquetas – ou trombócitos – são fundamentais para a regulação da coagulação sanguínea. O paciente citado acima tinha uma quantidade menor de trombócitos, o que causava excesso de sangue no carcinoma que havia surgido no lado direito de seu nariz. Pelo fato do organismo desse paciente não conseguir estancar o sangue corretamente, a cirurgia necessária para tratar seu câncer se tornou inviável, já que, durante o procedimento cirúrgico, uma má coagulação sanguínea poderia causar uma hemorragia, ou seja, a perda excessiva de sangue. continuar lendo

Postado por em 29.07.2016 às 17:35 0
Descobrindo novos fármacos

Pesquisa

Quando tomamos um medicamento em forma de comprimido ou cápsula, devidamente receitado por um médico, em princípio confiamos na eficácia do mesmo. Ou seja, esperamos que esse remédio faça um efeito rápido. Contudo, nem sempre é assim, já que, dependendo da doença, os efeitos benéficos do remédio receitado podem demorar a aparecer.

farmacos

Descobrindo novos fármacos

Mas, o que explica essa demora? Será que, eventualmente, o médico se engana na indicação de determinado medicamento ou em sua dosagem? Com certeza, essa é uma hipótese remota, pois, certamente, um médico sabe o que faz e o que receita a um paciente. Mas, então, por que alguns medicamentos não oferecem efeitos imediatos, enquanto outros oferecem uma quantidade enorme de efeitos colaterais? continuar lendo

Postado por em 21.07.2016 às 17:50 0
Dispositivo que detecta bactérias é destaque

Oficina de Inovação

Um dispositivo eletrônico (biossensor) capaz de detectar bactérias em diversos materiais dentro de alguns minutos ou horas venceu a Oficina de Inovação, realizada recentemente no campus USP São Carlos. Com o intuito de apoiar ideias de projetos inovadores submetidos por alunos de graduação de qualquer unidade da USP, a Oficina é uma disciplina optativa organizada pela Agência USP de Inovação, em parceria com o Centro Avançado da EESC para Apoio à Inovação (EESCin) e o Centro de Engenharia Aplicada à Saúde (CEAS/EESC).

oficina_de_inovao_250

Dispositivo que detecta bactérias é destaque

Nesta primeira edição, que teve como foco trabalhos inseridos nas áreas de controle de infecção hospitalar e de controle de vetores de zoonoses*, seis dos oito projetos submetidos foram apresentados e avaliados por uma banca integrada por docentes, investidores e pesquisadores das áreas de tecnologia, inovação e saúde. Intitulado Desenvolvimento de Biossensores Eletroquímicos Baseados em Aptâmeros para Quantificação Simultânea de Escherichia coli e Staphylococcus aureus, o projeto relacionado à elaboração do biossensor tem sido idealizado desde janeiro último pela doutoranda do Grupo de Nanomedicina e Nanotoxicologia do Instituto de Física de São Carlos (GNano/IFSC/USP), Laís Canniatti Brazaca, e pelo graduando do Instituto de Química de São Carlos (IQSC/USP), Adriano Lopes Rodrigues. continuar lendo

Postado por em 20.07.2016 às 17:35 0
Perspectiva de tratamento da candidíase oral com o uso da luz

Pesquisa

Uma série de testes realizados em camundongos demonstrou que a aplicação de luz, associada ao uso do Photodithazine (um pó composto por um tipo de sal e dissolvido em água), talvez possa substituir os medicamentos e produtos fungicidas no tratamento da candidíase oral, doença causada pelo fungo Candida albicans na região bucal, ocasionando manchas brancas ou avermelhadas, dor de garganta e até rachaduras nas laterais da boca.

candidiase_oral

Perspectiva de tratamento da candidíase oral com o uso da luz

A infecção por candidíase é mais comum em crianças, idosos, pacientes sujeitos a quimioterapia e em indivíduos que estão com o sistema imunológico comprometido. Os principais tratamentos compreendem o bochecho de produtos que têm alto teor de fungicida e álcool e que, portanto, podem causar irritação na mucosa dos pacientes. continuar lendo

Postado por em 04.05.2016 às 17:45 0
Cadeira de rodas é controlada por expressões faciais

Karina Toledo  |  Agência FAPESP – Uma cadeira de rodas que pode ser controlada por pequenos movimentos da face, da cabeça ou da íris foi desenvolvida por pesquisadores da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação da Universidade Estadual de Campinas (FEEC/Unicamp).

Projeto apoiado pelo programa PIPE-FAPESP pretende adaptar a tecnologia, ainda experimental e de alto custo, para torná-la mais acessível e colocá-la no mercado

O equipamento ainda é considerado experimental e de alto custo. Porém, um projeto aprovado recentemente pelo Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE), da FAPESP, tem como objetivo adaptar a tecnologia para torná-la mais acessível e colocá-la no mercado brasileiro dentro de dois anos. continuar lendo